6 de set de 2016

Fazer Muay Thai Emagrece??



Originário da Tailândia, onde é um dos esportes mais praticados, o muay thai é uma arte marcial que se espalhou pelo mundo e tem sido cada vez mais praticado nas academias, tanto por quem pretende emagrecer quanto por quem deseja se beneficiar das inúmeras vantagens geradas pelo muay thai, tais como aumento da disciplina, do poder de concentração e alívio do estresse. Ao mesclar exercícios aeróbicos e técnicos, o muay thai é uma aposta promissora para quem deseja perder peso, mas você sabe como ele atua?

Essa arte marcial trabalha diversos grupos musculares e fortalece braços, abdômen, pernas, ombros e costas, fazendo com que o corpo de quem o pratica fique forte e definido ao queimar calorias em grande quantidade.


Outro benefício proporcionado pelo muay thai é o aumento da resistência cardiovascular, bem como a melhora do condicionamento físico e da coordenação motora. Aliado a uma alimentação saudável, o muay thai pode gerar um gasto calórico de até 1.500 calorias por aula. Para iniciantes, a perda calórica pode ser de até 750 calorias.

Como não é uma atividade monótona, o muay thai geralmente mantém a motivação de seus praticantes sempre alta, além de introduzir em seu dia a dia mais disciplina, foco e determinação. Se combinado com uma alimentação adequada, o muay thai favorece uma perda rápida de peso e definição dos músculos.

Como emagrecer praticando muay thai
Engana-se quem pensa que o muay thai é uma arte marcial leve, já que seus treinos são muito fortes e costumam exigir muito de seus praticantes. Por isso, é fundamental que, antes de começar a praticá-lo, você faça uma avaliação médica, que ajudará seu instrutor a definir o ritmo do treino. Esse check-up também é fundamental para avaliar se há problemas nas articulações, já que, nos treinos de muay thai, joelhos e cotovelos são muito exigidos.

Simulador de Caminhada Funciona ????



A resposta para a pergunta é: se utilizado com a frequência e intensidade ideais, emagrece, sim. Entretanto, o simulador de caminhadas deve ser adotado como uma alternativa para quem não tem locais apropriados para caminhar ou tem pouco tempo para praticar exercícios fora de casa. Se a sua escolha for exercitar-se em casa, o simulador de caminhadas pode, sim, ser um grande aliado no processo de emagrecimento, porém, para começar a utilizá-lo, é necessário conhecer algumas características desse equipamento e como ele atua no corpo humano.

Como funciona o simulador de caminhada
O simulador de caminhada permite que você faça exercícios aeróbicos, exercitando-se na faixa de 60 a 70% da sua frequência cardíaca máxima – onde ocorre a maior queima de gorduras. Ao imitar os movimentos de uma caminhada normal, esse aparelho funciona assim: você sobe nele e segura as manoplas, movimentando braços e pernas para frente e para trás, de forma alternada. O simulador de caminhadas pode ser utilizado na 1) posição neutra, ou seja, com o corpo alinhado; 2) inclinado para frente, com o objetivo de fortalecer coxas e glúteos; ou 3) inclinado para trás, que exige mais da parte de trás das coxas.

Como emagrecer com o simulador de caminhada
Primeiramente, antes de utilizar o simulador de caminhada é recomendável que você faça uma consulta médica e faça um check-up para certificar-se de que suas funções cardíacas estão normais. Depois, avalie, com um profissional, qual é a quantidade de calorias que você precisa queimar em casa sessão. Para isso, você precisa analisar seu peso e a intensidade do exercício. Alguns simuladores de caminhada contam com um monitor, que estima o número de calorias gastas em um treino, porém, geralmente, uma caminhada leve pode queimar até 250 calorias por hora, ao passo que o ritmo intenso gera uma queima de até 600 calorias.

Treinando no simulador de caminhada
É recomendável fazer um alongamento antes de iniciar a sessão e, ao iniciá-la, aquecer por cinco minutos em velocidade baixa. Nos treinos iniciais, comece com poucos minutos por dia para, depois, aumentar a intensidade e a duração dos exercícios. No momento de desaquecer, reduza a velocidade nos últimos cinco minutos do treino para reestabelecer sua frequência cardíaca e evitar o risco de mal-estar. Finalize a sessão com alongamentos.

Vantagens do simulador de caminhada
As vantagens do simulador de caminhada são muitas, como o baixo impacto – podendo ser utilizado por pessoas com problemas nas articulações -, possibilidade de fazer exercícios com chuva, frio ou de noite, versatilidade e preço, se comparado às esteiras tradicionais.

Dicas para emagrecer com o simulador de caminhada
Depois que você estiver acostumado aos treinos, faça “tiros” de 30 segundos ou um minuto, com descanso de alguns minutos. Adeque o seu exercício para a intensidade de uma caminhada rápida, mantendo a regularidade de, pelo menos, três treinos por semana. Antes de investir em um simulador de caminhada, avalie os modelos disponíveis no mercado e veja se você precisa dos que monitoram a velocidade, a distância percorrida e fazer uma estimativa das calorias queimadas nos treinos.

Investir em um simulador de caminhada para emagrecer é um procedimento que dá, sim, bons resultados, porém é necessária muita disciplina tanto nos treinos quanto na alimentação, com a adoção de hábitos alimentares e um estilo de vida mais saudáveis. Com os exames em dia, as instruções de um profissional como um nutricionista ou professor de educação física, você certamente conseguirá extrair ótimos resultados do simulador de caminhada. Experimente essa tecnologia que só tem a somar!

13 de abr de 2016

Qual escolher : Margarina ou Manteiga ?



São dois alimentos ricos em gordura, a manteiga é feita a partir da nata do leite batida, com o passar do tempo este alimento foi perdendo espaço e dando lugar a margarina, rotulada como alimento saudável. Está é feita a partir de um processo industrial, por meio da hidrogenação, de óleos vegetais submetidos a altas temperaturas.

 Durante o processo de hidrogenação as moléculas são transformadas em gorduras trans e saturadas. É de grande importância ficar bem atento aos ingredientes que o produto contém, pois, a maioria dos produtos industrializados está sendo adicionados aditivos.


 Entretanto, para os que preferem dizer não, tanto para a margarina quanto para a manteiga, podem optar por outras opções, tais como: manteiga GHEE (gordura animal, originária do leite, totalmente purificada e sem lactose), óleo de coco, azeite extra virgem. Para tudo vale o equilíbrio, é sempre importante saber a origem do que se come.