14 de mar de 2016

Evite as Comidas Industrializadas

Quem nunca chegou em casa com fome e recorreu a uma das opções de congelados que encontrou na sua geladeira. Pois é, as comidas industrializadas têm facilitado bastante a vida de quem tem uma rotina corrida e com pouco tempo para perder na cozinha.  Apesar da praticidade, as comidas industrializadas não devem fazer parte da nossa alimentação diária — devem ser vistas somente como uma alternativa quase que esporádica para matar a nossa fome. Mas você sabe dizer por que devemos evitar as comidas industrializadas? 

Alta concentração de açúcar e sódio

Você provavelmente sabe que o consumo excessivo de açúcar e sódio tem sido apontado como um dos responsáveis pelos vários problemas crônicos de saúde que têm aumentado a mortalidade e morbidade da população mundial. Diabetes, hipertensão, obesidade e muitas outras doenças são desenvolvidas por causa de uma alimentação rica nesses dois compostos.
As comidas industrializadas são ricas nesses dois compostos tão perigosos para a nossa saúde. Como tanto o açúcar, como o sódio são utilizados como conservantes naturais de alimentos, os produtores de comidas industrializadas e congeladas abusam do uso desses ingredientes para poder aumentar o tempo de vida desse tipo de produto.
Rico em corantes, espessantes e outros compostos químicos
Quem come alimentos industrializados já sabe que uma das principais diferenças desses produtos com relação aos alimentos naturais é a grande concentração de compostos químicos em sua composição. Corantes, espessantes, ácidos, nitratos e muitos outros químicos ajudam a deixar esses alimentos com cheiro, aparência e durabilidade atrativa — situações que são muito interessantes para os fabricantes desses produtos.
O problema é que os especialistas da área da saúde não sabem afirmar quais são os efeitos do consumo excessivo de químicos à longo prazo para o organismo humano. Muitos acreditam que quadros de intoxicação e até mesmo o desenvolvimento de alguns tipos de câncer podem ser agravados com o consumo excessivo desses compostos não naturais.
Alto valor calórico e baixo valor nutricional
Alimentos industrializados, apesar de muitas vezes saborosos e práticos, são opções nutricionais muito inferiores aos pratos naturais. Eles apresentam um alto valor calórico — visto que tem maior concentração de açúcar e gordura em sua composição — e também são produtos considerados de baixíssimo valor nutricional. Apresentam baixa concentração de fibras, vitaminas e minerais essenciais em sua composição — situação que é prejudicial para a manutenção da nossa saúde.
Outra razão para evitar as comidas industrializadas é a pouca capacidade que esses alimentos têm em ajudar a saciar o nosso apetite após a ingestão. Como seu preparo é simples e sua concentração de fibras alimentares é baixa, o consumo dessas comidas industrializadas, apesar de matar nossa fome logo após sua ingestão, resulta em maior apetite poucas horas após a refeição realizada com esses produtos. Essa característica faz com que quem se alimenta com esses produtos, seja capaz de ingerir um volume maior de calorias e sentir mais fome ao longo do dia.

Consumir comidas industrializadas, portanto, é comprovadamente uma atitude prejudicial para a manutenção da nossa saúde e da qualidade nutricional dos nossos pratos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário